quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Sua casa e o filhote de cão: ensinando o banheiro

Quando Bolinha veio morar conosco, chegou como “Bolinha - O Terrível!”, nada ficava intacto com ele por perto; solto na casa, rasgou meu tapete, produziu profundas rasuras na madeira da minha sala de jantar novinha em folha, retirou os parafusos da minha cama (até hoje não sei como), isso sem falar dos sapatos que ficaram sem a parte de trás (louco por um salto para mastigar) e além de tudo isso, só fazia cocô, no sofá! Com o tempo, ele foi melhorando e hoje, aos 9 anos, não faz mais essas travessuras. Mas muita gente se desfaz de um cão pelos estragos provocados, mas o que fazer? Encontrei esse artigo escrito pelo sensacional Cesar Millan (o encantador de cães, lembram?) Vale a pena dar uma olhadinha.

Por Cesar Millan
(traduzido daqui)

“O processo de educação do cão na casa, no que diz respeito às suas necessidades fisiológicas,  freqüentemente desperta sentimentos de nervosismo e preocupação, mas não precisa ser estressante para você ou para o cão.

A verdade é que esta é uma situação na qual você tem a Mãe Natureza ao seu lado desde o início no treinamento do filhote de cachorro. Quando os filhotes estão ainda com a mãe, ela os limpa a toda hora (do cocô ao xixi). Nunca há um cheiro de urina ou fezes, onde os filhotes vivem. Quando ficam maiores, aprendem a usar áreas onde imitam sua mãe.

Desta forma, todos os cães tornam-se condicionados a nunca sujar o local onde vivem. De dois a quatro meses de idade, a maioria dos filhotes já fazem todo esse processo com bastante facilidade, uma vez que faz parte da sua programação natural.

Outra questão aparece  quando se trata de educar  o trato digestivo do nosso filhote, que é extremamente rápido e eficiente. Cinco a 30 minutos após a refeição, ele vai querer defecar. Assim, com uma programação de alimentação consistente e, a sua atenção para o relógio, o filhote pode manter viagens regulares fora.

Nos primeiros dias, você também vai observar que o filhote tem um lugar para se aliviar onde se sente seguro, um lugar que parece e cheira familiar. Já reparou como os cães, muitas vezes, eliminam no mesmo lugar onde fizeram isso antes? O perfume funciona como um gatilho.

Como sempre, lembre-se que a sua própria energia é um fator importante em seus esforços de educação na casa. Nervoso ou impaciente, ou apressando um filhote para se aliviar, pode estragar todo o processo. Apenas fale em voz alta, porém firme, indicando o caminho.

A primeira coisa todas as manhãs que você deve fazer é , trazer  seu cachorro para fora de preferência no mesmo local sempre. É importante manter-se persistente ao longo do processo para que seu filhote possa aprender o hábito.

Uma vez que o seu cachorro, aprende com sucesso, é importante recompensar o bom comportamento. Não precisa fazer barulho, demonstre sua satisfação com um afago ou um petisco   para passar a mensagem de um trabalho bem feito.

Não castigue o seu cachorro por não aprender rápido ou fazer qualquer coisa para criar nele uma associação negativa com as funções de seu corpo. Mantenha a calma e leve-o até  o lugar onde você quer que ele faça suas necessidades.

Feito corretamente, o housebreaking não deve ser uma produção turbulenta, mas apenas uma questão de colocar um pouco de trabalho extra para conseguir que o seu cachorro acostume-se a fazer suas necessidades em um lugar certo, logo nas primeiras semanas. Não deixe o stress desnecessário acontecer durante esse processo muito natural, Não macule toda essa sistemática com violência e impaciência, você vai ver que não existe nenhuma  complicação no processo de treinamento do filhote de cachorro. Tudo fica mais fácil se feito com carinho e dedicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário