quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Doenças do Intestino - É possível evitá-las


Inflamação oculta ameaça o bem-estar do seu animal de estimação.
(Artigo da Dra. Becker – Original aqui.)
    
Doença Inflamatória Intestinal (DII) é uma doença da inflamação do intestino.

“Existem quatro tipos comuns de doenças inflamatórias intestinais, classificadas pelo tipo de glóbulos brancos presentes no intestino: linfócitos, plasmócitos, eosinófilos e neutrófilos. Sem dúvida, a causa mais comum de doença inflamatória intestinal em animais de estimação é linfocítico-plasmocitária enterite, gastrite e colite.
 
Se os intestinos do seu animal, estão inflamados por algum tempo, a situação pode dar origem a uma série de outras condições de saúde debilitantes.

Cães e gatos são suscetíveis a disbiose ou "intestino permeável”, o que significa que as bactérias boas estão em falta.

Intestino permeável é uma condição na qual a inflamação enfraquece células do trato gastrointestinal, permitindo que proteínas parcialmente digeridas e potenciais alergénios escapem para a corrente sanguínea do seu animal.

 Alérgenos na corrente sangüínea podem desencadear uma reação imunológica sistêmica - os sentidos do seu animal reagem ao corpo estranho (substâncias invasoras) através de uma poderosa defesa. O resultado é alergia ou pior - doença auto-imune ou auto-imunes. Uma explicação simples para essa condição é que o corpo do seu animal de estimação atenta contra si mesmo.

Esse desequilíbrio leva a infecções secundárias, degeneração de órgãos, deficiências nutricionais e até mesmo câncer.

Infecções secundárias são muito comuns em cães e gatos com doença inflamatória intestinal. Este é o resultado de não ter um equilíbrio, do sistema digestivo saudável

A função imune do seu animal de estimação está localizado no trato gastrointestinal, então, se o intestino está inflamado e comprometido, o sistema imunológico estará diretamente comprometido.


A degeneração de órgãos secundária é comum com DII, especialmente nos rins e no fígado. Deficiências nutricionais também são típicos de animais com DII,  pois a inflamação altera a absorção normal e processamento de nutrientes dos alimentos.


Uma causa comum de IBD - Parasitas GI


 Há algumas causas comuns de doença inflamatória intestinal em cães e gatos.

Uma que é frequentemente esquecida é a presença de parasitas.

 Minha estimativa é que a grande maioria dos animais de estimação, aqueles abandonados e resgatados se contaminam nos abrigoscom parasitas - vermes, tênias, vermes, protozoários, e Giardia. Parasitas causam a inflamação gastrointestinal.

Outra fonte de infestação está em ninhadas cujas mães não foram tratadas antes de serem parirem. Criadores responsáveis criadores devem realizar organizar testes e consequentemente providenciar a desparasitação das fêmeas antes do parto, o que garante ninhadas livres de parasitas.

 Infelizmente, criadores sem responsabilidade, ou por não ter conhecimento, acabam não tomando as devidas precauções, o que leva ao nascimento de filhotinhos, infestados de parasitas gastrointestinais.

O próximo problema surge na clínica veterinária, onde vermífugos de largo espectro são dados aos animais infectados em intervalos regulares até 16 semanas. Ao final das 16 semanas, os animais são alvo de nova verificação para ver se os parasitas desaparecerem. Mas aqui está o problema: se o parasita específico não for identificado, ele pode não ser morto por um vermífugo de amplo espectro. Assim, animais de estimação acabam com várias semanas de medicação desnecessária que não resolvem o problema.    Muitos cães que vejo na minha clínica, foram vermifugados três ou quatro vezes, mas ainda estão tendo problemas. Quando verifico amostras de fezes desses filhotes, muitas vezes penso que são protozoários Giardia. Vermífugos de largo espectro não cuidam destes parasitas em particular; Giardia, por exemplo, causa diarréia intermitente e inflamação de baixo grau crônica do trato gastrointestinal, e não é sensível à maioria dos vermífugos que os veterinários prescrevem.

A medida mais segura é fazer pelo menos três análises de fezes com um mês de intervalo para determinar o tipo de parasita e para confirmar se o seu animal de estimação está livre deles. Selecionar o vermífugo apropriado para o tipo de parasita e, tratar o animal até que os parasitas sejam totalmente eliminados.  Essa é  uma parte importante para reduzir a inflamação gastrointestinal.

Ainda vejo bastante filhotes infestados na minha prática, eles com mais de 16 semanas de idade, apresentam fezes moles de forma intermitente, indicando inflamação gastrointestinal, então,  normalmente, constata-se que têm ainda um problema de parasitas requerendo tratamento antes de apresentarem doenças mais graves.


Outra Causa - Antibióticos e Esteróides

Outra das minhas frustrações é constatar que animais com baixo grau de inflamação gastrointestinal são tratadas com antibióticos por parte da comunidade tradicional veterinária

Os antibióticos são um segundo gatilho para a doença inflamatória intestinal.

Os antibióticos matam as bactérias saudáveis junto com as doentes. Quando todas as bactérias do intestino são destruídas, causa em  seu animal um desequilíbrio que caracterizado por  muitas bactérias gram-negativas, bactérias ou leveduras oportunistas insalubres. Esta é a definição de Disbiose (
DISBIOSE INTESTINAL é o conjunto de desequilíbrio da microflora intestinal que causa alterações da saúde com contribuição importante no desenvolvimento de processos degenerativos e alterações do sistema imune.)

Agora temos um cãozinho ou gatinho com + 16 semanas de idade que apresentou várias semanas de inflamação gastrointestinal, ineficazes tratamentos de desparasitação, um ou dois ciclos de antibióticos, tendo sido  destruídas todas as bactérias do seu trato gastrointestinal, mas com uma utilização adequada de  probiótico para assegurar um equilíbrio saudável. Este filhote está se encaminhando  para baixo grau da inflamação gastrointestinal e IBD.
Também vi cães e gatos que com seis meses de idade já estão no Prednisona, terapia para a inflamação gastrointestinal. Prednisona é um corticóide imunossupressor,que torna o sistema imunológico baixo ou completamente destivado, acabando com os sintomas incômodos e dando a aparência de uma "cura." Infelizmente, este tratamento não combate a verdadeira causa da inflamação gastrointestinal ou, em última análise, adia a cura verdadeira.

Um Terceiro culpado: Intolerância Alimentar


Muitos animais trazidos com episódios de intermitentes fezes moles-a-aquosa, uma situação que muitos atribuem a um "estômago sensível".
Normalmente, esse "estômago sensível", do cão ou gato não pode sofrer qualquer tipo de mudança na dieta sem maiores conseqüências GI. Este não é o que a natureza tinha em mente quando criou os animais..

Assim como nós somos projetados para comer alimentos diferentes em cada refeição, sem perturbação gastrointestinal, com animais de estimação saudáveis, acontece exatamente a mesma coisa; deve ser capaz de tolerar mudanças nos alimentos que comem sem conseqüências negativas.

Provavelmente mais da metade dos donos de animais assumem que é normal para seu cão ou gato ter a sensibilidade GI às mudanças na dieta. Mas isso não é normal - o que realmente está acontecendo é o intestino do animal que encontra-se de  alguma forma comprometido e, portanto, não pode suportar a variedade alimentar. Pode ser uma inflamação de baixo grau que tenha estado presente por semanas, meses ou mesmo anos até essa data.

A Intolerância alimentar ou sensibilidade, pode começar com uma má qualidade, da dieta - que é rica em carboidratos desnecessários. Alimentos transformados para animais de estimação que contém uma grande quantidade de milho, trigo ou o arroz podem provocar inflamação no intestino de seu cão ou gato carnívoros, projetado para digerir a carne - não grãos.


Também tenho clientes que se alimentam de uma dieta crua, espécies adequadas, sem carboidratos, que é maravilhosa, se não se alimentar a fonte de proteína mesmo por semanas, meses ou anos.

Muitos animais (incluindo humanos) desenvolvem hipersensibilidade a um alimento que comem mais e outra vez. A inflamação é a consequência e pode levar à doença inflamatória intestinal.

Testes para IBD.

Existem dois tipos de testes de diagnóstico que são comumente feito para detectar DII
 O primeiro é um teste conhecido como uma "confirmação" de teste, em que uma biópsia é realizada para avaliar as características morfológicas comuns no trato gastrointestinal de animais com doença inflamatória intestinal. Esta não é a minha primeira escolha porque é caro, invasivo e envolve anestesia, mais os riscos inerentes que vêm com o procedimento.

O segundo teste, que eu uso muitas vezes na minha prática, é um teste funcional gastrointestinal utilizando uma amostra de sangue.
O que estamos procurando com este teste é confirmar a forma de dois tipos de absorção da vitamina B;
Um nível insuficiente de folato, mostra que seu animal de estimação tem  dificuldade na assimilação e absorção de nutrientes, ou o seu corpo é agredido no processo desconjugação, indicando uma doença ou distúrbio do intestino delgado; de outra forma, se o nível de folato do seu animal de estimação é alto e não baixa, ele indica um outro tipo de problema. O intestino delgado, seu animal de estimação contém uma pequena quantidade de bactérias essenciais para a produção e assimilação de certas vitaminas B. Se esta bactéria floresce em um crescimento excessivo, o animal pode acabar com altos níveis de folato e de uma condição conhecida como SIBO - Supercrescimento bacteriano intestinal.

    O segundo exame de sangue que eu uso para avaliar a função GI envolve a chamada cobalamina vitamina B, que é ligada à proteína.
Cobalamina é liberada a partir de proteínas através de uma complexa série de eventos que começa no estômago e termina no intestino delgado.
Se os níveis de cobalamina são baixos, podemos supor que este complexo processo não está ocorrendo de forma otimizada; os níveis de cobalamina são uma medida de digestão. Esta condição de má digestão pode, por vezes também envolver o pâncreas. O distúrbio é chamado de EPI - Insuficiência Pancreática Exócrina e pode ser diagnosticada através de outro exame de sangue chamado de TLI GI (imuno tripsina-like).

Se você suspeita que seu animal de estimação tem DII, mas você não está interessado em fazer uma biópsia, então, solicite ao seu veterinário para realizar testes funcionais GI para determinar um diagnóstico.

.

Recomendações dietéticas para o IBD


Após o diagnóstico, o veterinário irá provavelmente dizer-lhe para alimentar com uma dieta branda, (se o animal é sintomático, com vômitos, diarréia ou fezes amolecidas com muco e / ou sangue).

Minha idéia de uma dieta branda é diferente de um tradicional veterinário. Eu recomendo peru cozido e abóbora enlatado ou cozido de batata-doce. Eu não recomendo a carne tradicional e arroz. A carne é rica em gordura, o que pode agravar a inflamação gastrointestinal e pancreatite.

O arroz é um carboidrato complexo, que pode ser fermentado no trato gastrointestinal, causando a gases, que pode levar a problemas digestivos adicionais. Enquanto alimenta o seu cão ou gato com uma dieta leve, você deve estar pensando sobre o que vem por aí para ela em termos de exigências nutricionais.
Eu recomendo que você trabalhe com um veterinário  para selecionar uma nova fonte de proteína - que seu animal de estimação nunca tenha    consumido. Isto dará ao trato gastrintestinal e ao sistema imunológico do animal um bom descanso.

Você também deve selecionar um vegetal novo ou fonte de fibras, bem como, para criar um menu anti-inflamatórias que irá facilitar a cura dentro do intestino.    Um veterinário interessado pode ajudar a construir um protocolo global para o seu animal de estimação que aborda não só as questões alimentares, mas também a vacinação, o uso da terapia de droga, bem como quaisquer potenciais toxinas no ambiente do seu animal de estimação ou estilo de vida que possam estar contr

52 comentários:

  1. Antes de mais parabéns pelo Blog e obrigado por ajudar a tratar melhor os nossos amiguinhos de 4 patas!
    Queria também colocar algumas dúvidas. Tenho um gatinho de 1 ano e meio de idade que, certas vezes, perde o apetite de forma repentina. Já fez exames de sangue, fezes, endoscopia, ultrasonografia, entre outros exames e os veterinários dizem que tem um espessamento da parede do estômago e duodeno, provocado por causa ideopática. Resumindo, meu gatinho tem períodos em que melhora sem medicação e outros em que piora de repente. Esta a fazer cortisona, que já tinha feito anteriormente, mas estou com medo pois ele ainda fica pior, só começando a melhorar quando vai parando de tomar esta medicação.
    Assim, gostaria de saber que tipo de análises ou exames poderia discutir com o meu veterinário para fazer ao meu gatinho, para ver se ele consegue recuperae e para perceber de onde vem a sua doença.
    Obrigado!
    Ana Vilela

    ResponderExcluir
  2. Olá Ana! Obrigada pela visita, fico feliz quando alguém que gosta de animas como eu, visita meu cantinho. A cortisona, tem lá suas vantagens mas deve ser dada com cuidado, aliada à um protetor da mucosa estomacal. Os exames que deveriam ser feitos, vc já fez, acredito que proporcionar uma vida com felicidade é o melhor que vc pode oferecer a sua gatinha. Você não me falou sobre a alimentação dela, se ração seca/úmida ou natural. Já tentou mudar?

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pela resposta rápida.
    A alimentação que o meu gatinho fazia era a da hill's para gatinhos castrados. Agora e segundo indicação do veterinário, mudou para a royal canin hypoalergenic, para ver se seria alergia a algum coponente da alimentação anterior. Sempre fez rações secas, só fazendo ração ID da hill's húmida quando não comia mesmo nada.
    Agora estou muito preocupada pois tiveram que colocar uma sonda esofágica no gatinho e ele não consegue comer pela boca porque se engasga e não consegue engolir, vomita bastantes vezes e anda mesmo muito caidinho, gemendo sempre que lhe pegamos ao colo. Tenho medo que ainda fique pior com a sonda, porque até agora tem-se mostrado bastante desconfortável. Antes da sonda ter sido colocada ele, apesar de não comer bem e ter de ser alimentado por seringa algumas vezes, brincava e andava bem (pesava até 4,350 kg!!!). Agora só quer ficar sempre escondido o dia inteiro.
    Tenho também uma outra dúvida. Será que pode ter sido o stress a despoletar a doença? É porque ele começou assim quando eu estive 3 dias fora. Quando voltei vi que ele já não comia. Tenho medo que comece a piorar ainda mais...
    Desculpe por colocar tantas questões, mas estou mesmo preocupada e não quero ver o meu gatinho sofrer... Já agora o nome dele é "Chocolate".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PUXA ANA, QUE PENA QUE ELE PIOROU... a GATINHA DA MINHA PRIMA QUE PARECE TER O MESMO PROBLEMA NÃO FAZ MAIS ALIMENTAÇÃO DE RAÇÃO SECA, MESMO SENDO A ESPECIFICA. SÓ A ÚMIDA. EU NÃO SOU VETERINÁRIA (MINHA FILHA É QUE É A VET)MAS PELO QUE VOCÊ ME FALOU SOBRE O SOFRIMENTO DELE DEPOIS DA SONDA, EU MANDARIA TIRAR; MAIS VALE A QUALIDADE DE VIDA (SEM SOFRIMENTO),DO QUE FAZER TENTATIVAS QUE SÓ O FAZEM SOFRER. A GATINHA QUE FALEI, CONTINUA MAGRINHA, MAS FELIZ E ANDANDO E BRINCANDO.UM ABRAÇO.

      Excluir
  4. olá,meus parabéns
    O motivo de eu estar te escrevendo é porque o meu cãozinho que é um Pinscher n°1,está meio adoentado hoje completa 5 dias que ele aparenta não está bem,e eu infelizmente não estou com condições financeiras para pagar um veterinário,por favor me ajude,os sintomas dele são:falta de apetite,está fazando vomito,e fica gemendo com susurros,está muito tristinho e antes ele aparentava estar pior pois,ele aparentava estar engasgado e soltava da boca um baba transparente,aí eu fiz uso do mucomucil 50ml,e agora este sintoma de engasgado já passou,e agora eu estou fazendo uso do banamine à dois dias,mais ele pessiste com os gemidos e a falta de apetite estou muito preocupada e sem condições no momento pois,a pouco eu acolhi uma femêa da rua que foi atropelada e ela perdeu os movimentos trazeiros então tive que gastar com medicamentos e também com a cadeira de rodas,afinal quero me candidatar a ajudá-la e se caso vc ficar sabendo de algúm animalzinho que esteja precisando é só me falar que nós tentamos entrar em contato com o mesmo,o custo é de somente R$:20,00 e na net é muito caro,
    Mais por gentileza Dr.me ajude eu não sei mais o que fazer estou entrando em desespero pois ele é o amor de minha vida e eu não o quero perder!
    Me ajude

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Persiana. Eu não sou veterinária (minha filha é) e portanto, no seu caso, a única forma que tenho de ajudá-la é lhe aconselhar a procurar um veterinário. Pelos sintomas que vc descreve parece ser parvovirose. As vacinas estão em dia? Quantos anos ele tem? Infelizmente, sem vê-lo é impossível lhe orientar. O banamine é um antiinflamatório não é? Um remédio para vômito seria uma alternativa. Ofereça água de coco em uma seringa, pelo menos assim ele fica alimentado e não desidrata. Me dê notícias.

      Excluir
  5. Olá. Segui o concelho e retirei a sonda do meu gatinho. Logo nesse dia ele já parecia outro. Brincava e corria todo contente. Estou também muito contente pois acabou por melhorar. Hoje já consegui que ele procurasse os biscoitos sozinhos. Já comeu sozinho, sem ter de ser forçado. Estou mesmo contente por ele estar a melhorar. Obrigado pela atenção e pelos bons concelhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, que bom que ele está melhor! Fiquei feliz de verdade.

      Excluir
  6. oi dr pet primeiro parabéns pelo blog adoreiii. agora vou te fazer uma pergunta... meu cachorro ele engoliu um pedaço de bexiga, bola, e desde então vem soltando muitas gases, eu estou muito preocupada, o que devo fazer? será que essas gases é por causa disso? mais fora isso ele esta super bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabi! Olha, desculpe a demora em lhe responder mas é necessário consultar um veterinário; essas bolas podem perfurar o intestino do seu cãozinho. Se ele já tiver epulsado a bola, tudo bem, senão eu lhe aconselho procurar um veterinário com certa urgência. Obrigaa pela visita!

      Excluir
  7. Olá Dr. Pet. Há 1 semana minha cachorrinha está com sangue nas fezes. Levamos ao veterinário de imediato ao primeiro sintoma, porém, neste 1o. dia ela tomou uma injeção de antibiótico e buscopan e foi liberada para retornar no dia seguinte e fazer exames de sangue e ultrason. Nesta noite perdeu bastante sangue e teve convulsão, então ficou internada 3 dias.
    O exame de sangue só deu alteração no fosf. alcalina. Ela está há 4 dias em casa, sendo medicada com 2 antibióticos e buscopan, porém permanece fraquinha (está sendo constantemente hidratada e alimentada com ração a/d), mas o sangue nas fezes permanecem.
    O cocô dela tem a consistência de um mouse e é bem escuro com vermelho.
    A veterinária repetiu o exame de sangue hoje (aguardamos o resultado), mas ela pretende entrar com um anticoagulante ou um 3o. antibiótico.
    Lendo seu blog me ocorreu que possa ser verme/parasita e eventualmente o antibiótico não ser a solução. Será possível?

    Seria um exame de fezes mais adequado neste caso?

    Obrigada

    ResponderExcluir
  8. Desculpe pela demora, estive fora uns dias.
    É bom fazer o exame sim. Mas não deixe de seguir com a medicação prescrita pelo seu Veterinário. A recuperação de doenças nos intestinos é bem lenta, hidrate bem seu animalzinho, dê carinho e afago, nessas horas eles ficam bem tristinhos.E me comunique qualquer coisa.Eu tive uma cadela há muitos anos que levou 15 dias para se restabelecer. Demora, mas se tiver assistência, fica boa.

    ResponderExcluir
  9. Boa noite Dr Pet , minha cachorrinha hoje começou a coçar desesperadamente o anus e ficou muito vermelho, . Dei banho e higienizei , nao está mais vermelho, mas na regiao mais interna do anus está preto, isso é normal ou pode ser vermes? tenho muito medo, pois ela já tem quase 10 anos, a ultima vez que fez consulta com veterinario foi em outubro do ano passado e estava normal, irei levá-la no veterinario essa semana, mas gostaria de sua opinião Dr Pet, preciso de quais precauções, devo pedir algum exame? Muito obrigado, Willians

    ResponderExcluir
  10. Olá Wilillians, grata pela visita
    Olha como ela já é uma senhora, é bom verificar com seu veterinário que com certeza já irá prescrever medicamentos e solicitar exames. Essa parte preta pode ser restos de fezes que estejam ressecadas e ficam provocando uma espécie de coceira. Mas nada como um profissional atento para verificar melhor. Peça que exame as glandulas anais, as vezes inflama e também causam desconforto na região. Um abraço e boa sorte com sua cadelinha.

    ResponderExcluir
  11. Nesses casos, eles podem tomar banho??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro. Banhos fazem parte da higiene que é sinônio de saúde. Se ela não estiver com dores, ou o caso de estar sem ãnimo, convém esperar um pouco. Faça a lipeza com um pano úmido e um pouquinho de alcool gel diluido em água..

      Excluir
  12. NINA, MINHA CACHORRINHA DE 6 MESES ESTÁ VOMITANDO À DOIS DIAS E AGORA ESTÁ COM UMA DIARRÉIA( FEZES LÍQUIDAS DA COR DE SANGUE COAGULADO) NAO COME E SEMPRE QUE BEBE ÁGUA VOMITA.EU CHO QUE ELA COMEU UMA CATITA( RATO PEQUENO). JA APLIQUEI- NAUSETRAT E TERRAMICINA. ESTOU MUITO PREOCULPADA,O QUE EU FAÇO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nina, espero que a sua cadelinha tenha melhorado, pois só agora pude ver a minha pagina e ler o seu comentário. Você a levou a um veterinário?

      Excluir
  13. Olá, dr.pet. meu cachorrinho é um lhasa apso descobri a 3 meses que ele está com problema renal já está muito debilitado memsmo tentando com o tratamento de soroterapia que fizemos voce tem algum outro tratamento alternativo para esse problema que possa me incicar
    Claudia, 08 de dezembro

    ResponderExcluir
  14. Oi Claudia, tudo bem? Você não me falou sobre qual problema renal que está afetando o seu cãozinho e também a idade dele,mas nesse site http://healthypets.mercola.com/sites/healthypets vc vai encontrar algumas orientacões. A veterinária é seguidora de tratamentos alternativos. Também o www.cachorroverde.com.br, vai lhe orientar melhor. Um abraco e que seu cãozinho consiga uma melhor qualidade de vida.

    ResponderExcluir
  15. Boa noite dr.,minha cachorrinha pincher de 1a e 2m, começou a apresentar vômitos e diarréia com sangue, levei ao veternario e ele achou que era parvovirose, apesar da idade e das vacinas dadas, agora após o ultra som o pancreas mostrou-se inchado, os vómitos e a diarreia melhoraram com os medicamentos, mas está recebendo soro porque não consegue se alimentar.
    O que pode ter acontecido? Porque o pancreas está alterado? Onde podemos ter errado em sua alimentação? Ou pode ser outra causa?
    Obs: ela só come raçao e as vezes ração úmida de boa marca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, desculpa, eu estava fora. Vc já fez exames de Hepatite? Tivemos vários casos no mês passado. Em todo caso, fale com seu medico, só ele vai poder lhe orientar da melhor forma. Ou visite o site www.cachorroverde.com.br é excelente.

      Excluir
  16. Bom dia Dr. Pet, minha gata é muito territorialista, fica estressada toda vez que chega um gato aqui em casa e começa a urinar pelos cantos da casa, por causa de seu esforço ao urinar ela provocou três prolapsos retal e fez três cerclagem, no intervalo de uma delas apresentou uma infecção no intestino tratada com antibióticos pelo vet. resultado: ela se recuperou da infecção. Pois bem, há cerca de dois meses ela fez a terceira e última cerclagem e logo após o procedimento teve a mesma infecção ( um muco transparente com aspecto de clara de ovo) foi novamente tratada com antibiótico.Há um mês nasceram uns filhotes de gato aqui em casa e desde então ela esta muito nervosa, estressada e voltou a urinar pelos cantos da casa (antes disso ela não estava mais urinando na casa nem tampouco se esforçando) e fazer muito esforço para o mesmo. Hoje ela voltou a apresentar o muco com cor transparente e com aspecto de clara de ovo. Obs: ela não tem mais contato com os gatinhos recém nascidos. Eu acredito que este seja um problema de comportamento, já relatei ao vet. mas ele não leva em conta o fato dela ser territorialista, peço sua opinião.
    Fico grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, bom dia! Pela data vejo que já faz tempo q vc entrou em contato, desculpe mas estávamos fora, de férias, por isso não vi o seu comentário. Olha, nós que criamos e amamos os animais somos um pouco mães deles e como tal, os conhecemos a fundo e muitas vezes, a ajuda médica é complementada por esse segundo aspecto, Realmente me parece alguma coisa de comportamento que deve muito ser levada em conta.Você já tentou os florais? Eu não sou veterinária, minha filha é e indica essa alternativa para casos como o da sua gatinha. Em todo caso, fale com a Sylvia Angélico do www.cachorroverde.com.br, tenho certeza de que vc vai encontrar uma solução. um abraço e me dê notícias.

      Excluir
    2. Boa tarde e obrigada pela atenção!
      Por incrível que pareça ela melhorou da infecção, a saúde dela depende de seu humor.Ela esta calma. Eu nunca tentei os florais, mas vou procurar aqui onde moro. Pelo o que pesquisei os florais são muito úteis. Entrarei em contato com a Sylvia Angélico.Obrigada mesmo, me ajudou muito.
      Um abraço! :D

      Excluir
  17. Dr. Pet, boa tarde, ahcei seu blog mto interessante e me deparei com uma matéria a qual estou passando no momento com meu cachorrinho. Tenho um Lhasa Apso de 15anos, cardiopata que toma diversas medicações (sildenafil, ancorom, maleato de enalapril) e ocorre que há um mês aprox. apresentou quadro de diarréia (leve) durou 24 horas, fezes líquida e logo depois pastoso, veterinário tratou com Drontal Plus, Ração Gastrointestinal da Royal e Florati e ele melhorou, quase 25 dias depois ele apresentou novamente quadro de diarréia, coceira no bumbum e o veterinario tratou com floratil, ração e pediu exame de fezes que deu negativo, repetimos outra vez e deu negativo, ele melhorou, mas dia sim dia não as fezes saem mole e ele parece incomodado. Estamos fazendo o US Abdominal, mas gostaria de ajuda para tentar outra opinião do que fazer. Meu cachorro é mto frágil pelo problema do coração, já é idoso e não passa mto bem com exames, o que posso fazer? obrigada Cristina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu cão está muito bem cuidado. O US está indicado e não vai fazer mal a ele. Ofereça iogurte natural em dias alternados, faz o mesmo efeito do Floratil e é gostoso. Mas, no site www.cachorroverde.com.br, você vai encontrar esclarecimentos sobre outras dietas mais naturais.

      Excluir
  18. Dr. Pet, boa tarde,Minha cachorrinha esta muito triste e não tem apetite e hoje eu levei ela para o Veterinario ela tomou uma Ingeção e um Comprimido mais ela estar do mesmo geito Triste e não come, O Veterinario disse que ela esta doente de Inflamação no Intestino,Oque eu faço?
    Obrigado!
    Maicon Jhonatas

    ResponderExcluir
  19. Oi Maycon, desculpe, só agora vi o seu comentário, mas, e então, como ela está? Ficou boa? fez exames de sangue?

    ResponderExcluir
  20. Dr. Pet, meu cachorrinho está com infecção intestinal.A raça dele é vira-lata,fazem 3 dias q tudo q ele come vomita.As fezes dele saem escuras com um pouco de sangue, estou dando pra ele soro caseiro.Me ajude!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  21. Dr.Pet tem um cachorrinho no meu serviço que está com um problema no pâncreas onde foi detectado que esse problema andou perfurando seu intestino o levando a uma cirurgia .Gostaria de saber se ha algum risco pra ele apos a cirurgia e quais as causas de problemas no pâncreas tem haver com alimentação,é genético quais as possibilidades de tratamento ,já foi coletado uma amostra do pâncreas para saber se pode ser câncer ? A raça dele é York shire ele estava triste e sem comer ,a barriga dele estava bem grande e dolorida ai então foi ao veterinário e foi esse destino que o levou a cirurgia . O QUE FAZEMOS Dr.pet !!!

    ResponderExcluir
  22. Olá Dr. Pet,
    Curei minha cachorrinha Maltês de intestino inflamado com própolis.
    O própolis é um anti-inflamatório e um antibiótico natural e ainda levanta a imunidade do animal usei própolis sem álcool por 30 dias ela pesava 5kl é uma maltês grande um pouco acima do peso por causa da castração eu dava direto na boca com uma seringa de 5ml água/gotas.
    1ª semana 5 gotas misturada com água x ao dia total 15 gotas.
    2ª semana 4 gotas 3x dia
    3ª semana 3 gotas 3x dia
    4ª semana 2 gotas 3x dia
    Se quiser continuar com 1 gota 2x por dia por mais tempo é bom para a imunidade o tratamento é demorado por ser medicamento natural, tenha paciência por amor ao seu bichinho, até a lágrima ácida diminuiu o pelo dos olhos ficou branquinho no período do tratamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OiKaren, boa tarde..... meu cachorro tem a sindrome do inestino irritável... achei interessante o que vc postou...não sei mais o que fazer... poderia me relatar sua experiência???? O própolis que vc usou tem marca específica? Como foi??? Ficaria muito grata pela sua resposta .... Obrigada

      Excluir
  23. Olá, Dr. Pet, tudo bem?
    Tenho uma gata que está com suspeita de ser portadora de colite.
    Ela foi achada na rua, bem maltratada, com diarréia líquida e com sangue vivo. Foi levada ao veterinário, que a tratou com doses repetidas de antibióticos e remédio para giárdia, e uma dose de vermífugo de largo espectro.
    Foi pra minha casa ainda com muita diarréia. Levei-a em uma outra vet que requisitou um exame de fezes, que apontou Toxocara. Tratei para o verme, e ela melhorou da diarréia, mas ainda expele fezes de forma contínua e em pequenas quantidades... muitas vezes, defeca fora da caixinha sem perceber. Também, às vezes, sai sangue vivo nas fezes.
    Levei-a na vet novamente, que pediu exame de fezes mais uma vez (desta vez, coletei dia sim, dia não, em 3 vezes), e um exame de sangue (hemograma completo). Nada foi apontado nos exames.
    A Dra. sugeriu que ela fizesse uma colonoscopia, para detectar se seria colite ou algum parasita que estivesse nas paredes do intestino e não tivesse sido identificado pelos exames.
    Não quero fazer este exame na gatinha, que tem apenas 6 meses (aproximadamente)... Acho muito invasivo, além de ser excessivamente caro.
    Ela tem apresentado também outros sinais de DII: quando come algo que é muito diferente da dieta dela, ela apresenta diarréia líquida incontrolável, e algumas vezes, vômito.
    Gostaria de saber se este exame indicado no artigo pode detectar realmente se a gatinha tem colite ou não... E se ela tiver, qual o tratamento que eu poderia seguir? Poderia dar atum enlatado (conservado em água) para ela? Dou a ela a ração Golden para filhotes.
    Desde já agradeço a ajuda!!
    Carolina.

    ResponderExcluir
  24. Olá Dr. Pet, parabéns pelo Blog.Li o que sugeriu para IBD... Difícil mesmo é encontrar um Veterinário interessado e que saiba do assunto.. Após 7 veterinários e exames chegou-se a conclusão do IBD no meu cachorro Billy(maltes de 6 anos). Fiz duas dietas : uma dieta oriental recomendada por uma Veterinária e outra por uma Nutricionista de caes e gatos. De princípio tanto em uma como na outra , ele permanece sem as diarreias por um período de 25 dias +ou- , aí elas voltam a aparecer semanalmente como sempre foram com fortes barulhos de gases e dores abdominais... Aim por recomendação do Vet dou cortisona quando ele fica mal, mas não gosto da ideia .... A dieta é com peito de frango,arroz integral, legumes cozidos, coração, aveia,
    semente de linhaça moída e para suplementar capsulas de Omega três e cálcio.... Não sei mais oque fazer... Li oque escreveu e sugere que não dê arroz... mas substituir por batata, ou nada???? Por favor se tiver alguma dica para me ajudar eu agradeceria muito.. Gostaria muito de ver meu cachorro feliz... Agradeço imensamente.

    ResponderExcluir
  25. Dr, boa tarde.

    Primeiro quero parabenizá-lo pelo ótimo trabalho e desejo te pedir uma orientação. Estou com um filhote de shih tzu de 50 dias em casa, ao fazer uma higienização nele vi um carninha vermelha saindo pelo anus, fiquei assustada e entrei em contato com a pessoa que me vendeu e ela me informou que era hemorróida e me indicou uma pomada para passar. Como sou um pouco desconfiada decidi levar meu filhotinho ao veterinário, e lá fui informada pelo dr. que essa carninha é o intestino dele.
    O veterinário me mandou dar arroz com carne cozida, atroveran, soro caseiro e chá de camomila, pra ver o progresso.
    Desejo saber se o sr. concorda com o tratamento e se sabe me dizer se esse probleminha dele cura sozinho ou se será necessário alguma cirurgia?

    Muito obrigada
    Abraços
    Bruna

    ResponderExcluir
  26. Bom dia, Dr.

    Tenho um cão vira-lata, e nestes dois últimos dias ele tem apresentado diarreia, em uma das evacuações ele expeliu muitas vermes, e em seguida evacuou sangue. Estou preocupada, gostaria de saber qual o possível problema de saúde dele.

    ResponderExcluir
  27. Boa tarde Dr Pet...Minha Cachorrinha ha alguns dias não está boa da barriga...dei floratil, bactrin e só piorou...as fezes saíram mole e com sangue...levei ela ao veterinário e ele falou que esta com uma infecção cronica no intestino e no útero...confio d+ no Vet, mas queria saber se é indicado realizar uma cirurgia para retirada do útero sendo que ela já esta com 14 anos e 8 meses??? Ela é minha boneca e não quero perde-la...
    Desde já obrigada!!!

    ResponderExcluir
  28. oi boa tarde...
    tenho um filhote que esta com dificuldades para fazer coco e chora quando faz nao sei mais o k fazer

    ResponderExcluir
  29. Achei o blog numa pesquisa que fiz para tentar descobrir alguns motivos para a "dor de barriga" da minha cachorra. Ela foi resgatada numa rodovia e tem parentesco materno de Dálmata, não sabemos a raça do pai. Ela tem porte de Pointers, Dalmatas, cães de corrida. Logo que veio pra casa com 3 meses ela apresentou febre e foi diagnosticada com doença do carrapato e foi tratada com antibióticos e anabolizantes tendo melhora considerável nos níveis de plaquetas dela. Hoje com quase 4 anos, ela ainda tem dores de barriga, principalmente no meio da noite ou logo cedo, faz barulhos como gases e ela chora muito até a levarmos para comer capim e nos dias q tem essa dor, não come quase nada. Já foi feito exames de fezes e ultrasom porém não foram detectadas nenhuma anormalidade. Mesmo com medicação passada pelo veterinário ela ainda tem esses distúrbios. Até que começamos a dar meio pote de danone Activia pra ela todas as noites, antes de dormir. É o que melhora e a deixa sem dores. Quando esquecemos, ela volta a chorar e ficar com menos apetite. Isso deixou surpreso até o veterinário dela sobre o caso do danone. Lendo essa matéria bem explicativa, acho que ela podeira ter alguma Intolerância alimentar, porém não oferecemos coisas diferentes pra ela do que ração ou fruta, legumes que ela demonstra gostar bastante, principalmente tomate. Mas me interessei pelos outros exames complementares que podem ser feitos. Com esse histórico dela, seria uma boa idéia realizar esses exames de sangue ou até mesmo uma biópsia?
    Obrigada e parabéns pelo blog. Foi de grande ajuda!

    ResponderExcluir
  30. Dr.a Pet me ajude por favor!
    Meu cachorro no dia 18 de dezembro de 2013 fugiu para o quintal da minha casa ( Onde meu antigo cachorro falecido vivia e ele morreu de doença de carrapato ou melhor dizendo..Babésia. E ficou os carrapatos dele lá) Então, o meu cachorro atual fugiu pra lá e sempre fechamos a porta mas, pelo descuido de um dos moradores da casa ( minha mãe) ele entrou lá e o lixo sempre fica lá e meu pai botou chumbinho (veneno de rato) para matar os ratos da minha casa. Do lado do lixo que tinha chumbinho tinha outro saco de lixo que tinha um pedaço de frango (podre) e aí ele engoliu isso. Minha mãe ainda tentou tirar mais o cachorro rosnou para ela e não deu para pegar. Aí ela chamou meu pai e ele tirou um pedacinho só (pois o outro ele já tinha engolido) e aí depois ele começou a vomitar mas vomitou apenas uma vez aí depois ele ficou apático e tristonho tentamos dar Leite, Água e ração mais ele os rejeitava era umas 8:50 aproximadamente (AM, Manhã) aí corremos para o veterinário e ele aplicou um anti-tóxico e foi umas 6 injeções e depois disse que se ele não banhasse poderia se lamber e a infecção voltaria. Aí eles o banharam no Pet Shop e o veterinário disse que ele já estava bem aí o pegamos e voltamos pra casa. Quando tudo começou..
    Meu pai comprou uma ração diferente da que ele comia e ele não à comeu depois botamos água e ele bebeu apenas goles. Depois fomos dormir e ele ficou na sala com água e comida,todo apático e tristonho. No dia seguinte (Hoje, 19 de dezembro de 2013) encontramos ele mais alegre e feliz. Fomos comprar ração pra ele ( a que ele gostava e estava acostumado) depois coloquei a comida no recipiente pra ele junto com água de coco,mas ele não comeu nem bebeu. Após meus pais saírem para trabalhar ele bebeu um pouco de água de coco e só. Ofereci ração de novo pra ele mas ele não quis depois fui banhar ele ficou deitado na sala tristonho quando voltei notei que ele tinha urinado ( Na cor normal da urina, não estava escura) fiquei me enxugando de frente ao pote de ração e água de coco e ele andou lentamente pro pote de comida e comeu poucos grãos de ração. Aí tentei dar na boca dele ele comeu só grãos de novo depois foi se deitar tristemente e ficou quieto. Depois foi urinar de novo e passou mais um tempo e urinou de novo urinou umas 3 vezes mas antes ele tinha bebido mais água de coco. Depois fomos brincar com a bola que ele gosta tanto. Ficou alegre naquele momento depois parei de brincar com ele e ele se deitou de novo apático. Os sintomas são : Falta de apetite, urina demais, geme quando pego-o e fica deitado o dia todo apático e triste. Me ajude por favor! Assinado: Jack Jason
    Ps: ele tem poucos carrapatos e acho que suspeito de inflamação intestinal por favor Dr.a me ajude não quero o perder como meu antigo cachorro!!!!!

    ResponderExcluir
  31. boa noite
    o meu cão está neste momento com uma pequena infeção nos intestinos devido provavelmente a anti-inflamatórios que andou a tomar devido a uma pequena ciurgia ,não anda a comer bem a ração normal comprei uma ração húmida intestinal para lhe juntar á ração para ver se ele come melhor porque ele come sempre melhor quando se mistura com ração húmida ,ele não tem diarreia ,mas como iria comprar uma ração húmida comprei intestinal acho que penso que ajuda ou não devo dar?

    ResponderExcluir
  32. Bom dia Doutor,
    Tenho vira de mais ou menos 8 anos(era da rua), é castrada, tratei a doença do carrapato algumas vezes. Só que faz nove meses que ela começou a perder muito peso e comer em excesso, inclusive um quadro de coprofagia, que não tem remédio que dê jeito.Fui a 10(dez) vet, nenhum descobriu o que ela tem. Já gstei até o que não podia,exames: ultra, sangue, glicose, tireóide, fígado, fezes , e nada. Já me disseram para sacrificá-la, ela é agora um cão apático, como se sentisse algo, não sei o que fazer, por conta própria estou dando chás de ervas. Grata, Carmem Carmem@hotmail.com

    ResponderExcluir
  33. meu e-mail : cbinas@hotmail.com p favor me ajudem. moro em Maceió

    ResponderExcluir
  34. É o milagreeeeeeeee.... Segui suas orientações.... troquei o arroz pela batata doce há 4 meses e a diarreia cessou.....após ida à 5 veterinário....homeopatia.. acupuntura...vários exames.... zootecnista (errou com o arroz)....... Valeuuuuuu Dr, Pet,.Eu e o meu cachorro agrademos muito por sua orientação ..... Brigadãoooooooooooooo

    ResponderExcluir
  35. Olá alguém pode me dar alguma dica sobre minha cadelinha??? por favor Carmem - Maceió

    ResponderExcluir
  36. OLÁ MEU CÃO TEM AQUELA DOENÇA QUE CAI TODO PELO E ELE FICA PARECIDO COM PELE DE ELEFANTE, GROSSA, SE COÇA MUITO SEM PARAR. O QUE FAÇO, QUAL EXAME?

    ResponderExcluir
  37. Ola, o que pode ser um pouquinho de sangue no anus do gato ao final das fezes, o coco é durinho...e ele come bem e bebe agua normalmente...uma resposta por favor...abrigada

    ResponderExcluir
  38. Olá eu gostaria de saber o que pode ser minha cachorra esta já faz 8 dias que não consegue fazer fezes, tem vontade comer mas quando come grita de dor, mediquei com supositório, soro caseiro, ,buscopam, dei medicação para vermes, procurei um veterinário mas ainda não pode me atender enfim é complicado e não mais o que fazer uma suas pastas de trás tem dificuldade me firma, passei a mãe esta com um calombo em fim o que pode ser...

    ResponderExcluir
  39. Olá Dr. Pet.. primeiramente, parabéns pelo blog.
    Eu tenho uma dúvida.. tenho um poodle de 8 anos que sempre teve muitos problemas intestinais. Desde 2 meses, em que sofremos muito com ele, pois ele veio com Giárdia. Tiveram outros dois episódios em que ele ficou com uma diarréia bem forte, líquida. A última vez que ele teve infecçõa de intestino, ficou 3 dias internado, as fezes eram líquidas e com sangue, mas se recuperou, graças à Deus.. Essa noite ele voltou a passar mal e está novamente com infecção de intestino, com febre e diarréia líquida. Já tomou medicação intravenosa e estamos atentos à qualquer mudança. Minha dúvida é referente à alimentação, pois ele não come ração, faz muitos anos que a alimentação dele é arroz, peito de frango cozido e tomate. O que o senhor acha dessa alimentação? Sugere algo novo? Obrigada pela atenção e mais uma vez parabéns pelo blog! Abçs., Kelly.

    ResponderExcluir
  40. alguem pode mim ajudar? minha loba siberiana so quer fica deitada nao quer comer de jeito nenhum.... e fica vomitando todo tempo....oq eu faço?

    ResponderExcluir

LICENÇA DE USO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.