quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Parvovirose - Gravidade-Cura e Prevenção

Um abrigo nos EUA, tomou a medida drástica de eutanásia em 21 cães doentes com o vírus parvo para impedir a propagação da doença. Os cães foram os pit-bulls.
De acordo com o veterinário local West Greenwich Dana Brown, pit bulls, rottweilers são cães particularmente suscetíveis a contrair parvo. "Deixa  cães doentes e é letárgica", segundo Dr. Brown.
" A Parvo é fatal para os cães, a menos que recebam tratamento com antibióticos caros. Brown disse em um abrigo, onde os recursos são limitados, a eutanásia dos cães às vezes é a melhor opção para proteger os outros animais. "
"Cuida de mim!"
Em outra notícia, dezenas de cães recentemente morreram de Parvo em Milwaukee, numa área que não tinha visto um surto do vírus ha muito tempo

Mas que doença é essa?

Parvovírus Canino tipo 2, ou CPV-2, é um vírus que ataca o trato gastrointestinal dos filhotes de cães, domesticados e selvagens. A doença causada pelo CPV-2, vulgarmente designado por parvo, é altamente contagiosa e muito grave.
Além dos efeitos gastrintestinais a doença, em cachorros muito jovens, pode danificar também o músculo do coração
Há muitas cepas do vírus parvo - alguns mais virulenta do que outros. CPV-2b e CPV-2c são atualmente as variantes mais freqüentemente diagnosticados em os E.U.A

Como ela se propaga?
Sendo extremamente contagiosa, a Parvo é transmitida pelo contato de cão para cão-direta e contato com fezes contaminadas, ambientes e pessoas.O vírus pode contaminar tudo o que toca o seu cão, incluindo
* Superfícies Canis
* Comida e água tigelas

* Coleiras e trelas

* As pessoas que manipulam cão e as suas roupas

Parvo é um vírus resistente - pode sobreviver extremos de temperatura e umidade. Ele vive no ambiente por longos períodos de tempo e,  mesmo pequenas quantidades de fezes parvo infectadas podem contaminar uma área e transmitir a doença para outros cães no mesmo local; pode ser facilmente transportado de um local para outro no pelo de um cão ou dos pés, em um portador do animal de estimação contaminado, sapatos e outros objetos.
Sintomas da Parvovirose
A Parvo provoca sintomas semelhantes em todos os cachorros e cães infectados, incluindo

* Vômitos

* Grave e sangrentas diarréia

* Letargia

* Febre alta
* Perda de apetite

A desidratação pode ocorrer muito rapidamente como resultado de diarréia e vômitos, principalmente em cachorros muito jovens. A maioria das mortes de parvo acontecem dentro de 48 a 72 horas após o início dos sintomas. É por isso que é importante que você leve seu animal a um veterinário ou uma clínica de emergência imediatamente se ele mostra sinais de infecção.

Diagnóstico e Tratamento
O diagnóstico definitivo de parvo exige testes de laboratório e fecal.
Não há nenhuma droga específica disponível para curar a parvo em um cão infectado. O tratamento envolve em fortalecer  o organismo seu animal de estimação até a sua resposta imune para combater a infecção.
O tratamento é iniciado imediatamente e consiste na substituição de fluidos e eletrólitos para combater a desidratação, os esforços para controlar os vómitos e diarreia, e prevenir infecções secundárias.
Tratamento para uma infecção parvo pode ser muito caro, e não há nenhuma garantia de que um cão não vai morrer, não importa quão agressivamente a doença é tratada.

Mas a  intervenção precoce e tratamento agressivo geralmente resultam em curas, no entanto, é quase impossível para um veterinário a dizer no início da doença, as  chances de sobrevivência que o cão terá.
Por causa do custo do tratamento de um cão infectado com parvo, alguns proprietários de pet optar por tratar os seus cães em casa ao invés de levá-los ao hospital. Tragicamente, alguns proprietários de cães muito doentes que não podem dar ao luxo de continuar os tratamentos são obrigados a sacrificar seus animais de estimação.
Lembre-se: as chances do seu cão com parvovirose sobreviver serão muito maiores se ele receber fluidos e medicamentos  intravenosos já que os  medicamentos administrados via  oral não são bem absorvidos devido à infecção que afeta o forro da parede intestinal.

Se seu cão tem parvo, ele deve ser mantido aquecido e bem cuidado. Se ele está no hospital ou em casa, há uma quantidade significativa de bagunça e a limpeza é necessária devido ao vômito e diarréia sintomática da infecção.

A parvo é  altamente contagiante, por isso, os cães infectados devem ser isolados para evitar propagação da infecção. Saneamento adequado e desinfecção da área onde o cão está são medidas urgentes e necessárias.
Como mencionado anteriormente, parvo é um vírus resistente. É resistente à maioria dos desinfetantes domésticos usual. Household bleach (01:30 diluição em água) e peróxido de potássio (marcas Trifectant ou Virkon) vai matar o vírus. Se você está tratando um cão infectado em casa, é recomendável que você converse com seu veterinário sobre como eliminar os agentes infecciosos no ambiente do seu animal de estimação.

Como funciona aVacina:
Primeiro um pouco de explicação sobre o efeito das vacinas e como elas funcionam.

O objetivo da vacinação do filhote de cachorro e gato é proteger os pequenos durante a "janela de oportunidade", durante o qual os anticorpos que recebeu de suas mães se apagam e as suas próprias respostas do sistema imunológico acontecem

A vacinação de um cachorro antes de anticorpos maternos desgastar é essencialmente inútil - o filhote recebe todos os adjuvantes (metais pesados), mas nenhuma proteção de anticorpos.

Seria uma  advinhação, dizer quando os anticorpos maternos começam a sair mas, seria mais ou menos de seis a oito semanas de idade, quando naturalmente, a maioria dos veterinários e criadores iniciam a vacinação.
O  trabalho de vacinas é estimular a produção de anticorpos, se um cachorro está exposto a parvo (ou outro vírus para o qual ele tem sido vacinados), ele tem algum nível de circulação de proteção.

As vacinas estimulam a produção de anticorpos, mas leva de 10 a 14 dias após a vacinação para a proteção adequada para ocorrer. Se um cachorro encontra o parvo vírus antes que ela foi vacinada em todos, ou dentro de poucos dias do lançamento, seu sistema imunológico ainda não está equipado para protegê-la e ela vai ceder muito provável que a infecção.
Outras precauções de segurança


Até que a imunidade seja estabelecida tenha extremo cuidado ao levar seu animal de estimação a lugares onde se reúnem outros cães. Locais típicos podem incluir:
* As lojas de animais

* Parques

classes * Puppy ou obediência

canis * Doggie creche ou internato

* Lojas Grooming

* Sociedades humanas ou organizações de resgate de animais

Não deixe que um cão de qualquer idade, entrar em contato com o cocô de cães ou outros animais selvagens, e dispor corretamente de cocô seu próprio animal de estimação também.
Se seu cão está vomitando ou tem diarréia ou tenha sido exposto a um cão doente, mantenha-o longe de qualquer área onde ele possa entrar em contato com outros cães ou animais silvestres. Cães não vacinados não devem ser expostas aos cães doentes ou aqueles com saúde questionável ou sem imunização.
Se você estiver em contato com um cão doente, evitar o contato com outros cães até que lave bem as mãos e mude de roupa.

19 comentários:

  1. Muito bom artigo. Bem vem a pergunta para limpar o local e tratar de roupas e objetos esta bem claro o procedimento, gostaria de saber como devo higienizar o animal depois que ele melhorou do contagio e se encontra em bom estado de saúde.

    ResponderExcluir
  2. Este vírus pode ser transmitido para cachorros adulto??,??e pra crianças?,???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lidiane.
      Se o seu cachorro adulto não tiver a vacina V8 ou V10, ele corre grande risco de contrair o vírus. Já em crianças ou adultos o vírus não é trasmitido. Mas não se recomenda o contado direto da criança com o cachorro durante a manifestação do vírus.

      Excluir
  3. Tinha 4 cachorros e um hje morreu com esses vírus...e gostaria muito de saber se meus outros cães podem terem sido contaminados, eles são adultos....obrigada

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente perdi minha cadelinha pit bull dessa doença terrivel.Fifi ficou internada,mas no 4º dia amanheceu morta.Levamos ela ao vet nos primeiros sinais que não estava bem.Mas foi inevitavel...Quanto tempo tenho que esperar para ter outro filhote?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o virus persiste durante 1 ano da morte do animal infectado ..

      Excluir
  5. lutei ate o ultimo minuto mas so salvei 1 filhote com a graça de DEUS

    ResponderExcluir
  6. Essa terrivel doença quase matou minha filhote de pitbull! Passou muito mal, ficou 6 dias internada, mas tive sorte! No sexto dia ela levantou, comeu e bebeu agua. Recebeu alta e está terminando o tratamento em casa. Já faz 15 dias desde o primeiro sintoma, só a diarreia ainda não parou.

    ResponderExcluir
  7. minha poodle faleceu hoje por essa doença , ficou desde sexta internada , tudo foi feito mas eu falhei em não dar as outras doses da vacina, recebi ela de uma conhecida que a vacinou com a vacina brasileira que segundo a clinica seria muio vagabunda, queria saber quanto tempo devo esperar para vacinar o cão e quanto tempo devo esperar para ter uma proxima cachorrinha ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esse virus é muito resistente mesmo apos a morte do animal o virus ainda persiste no local por até 1 ano , nosso maior erro e não vacinar nos cachorros e deixalos vuneraveis a essa doença , o cachorro deve tomar a primeira dose da vacina já nos 45 dias de vida , e não esqueçer de dar as outras 2 doses ,no prazo determinado pelo veterinario..

      Excluir
  8. Pessoal,minha cadelinha SRD,teve os mesmos sintomas na madrugada de sábado,.Lá pro meio dia o vet aplicou uma injeção anti-hemorrágica ,uma dose de um antibiótico injetável e um anti toxico via oral... e desde cedo fui dando o suco de quiabo....Na madrugada de domingo ela começou a comer...achei a recuperação muito rápida...fiquei em dúvida se foi mesmo a parvovirose,mas ela apresentou todos os sintomas descritos acima e o mais incrível está com seis filhotinhos de 12 dias,e continuou amamentando...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ideal e vc fazer o teste na sua cadelinha p ter certeza! Esse virus eh mt forte! Minha cadela de 4 meses esta com essa doença! Logo no começo nos sofremos muito. Hoje ja eh o 5 dia de tratamento e graças a Deus e a Dr.Fabiola q esta cuidando dela mt bem ela esta melhorando.. Hj ela ja teve uma grande reação comeu e bebeu agua só! Ficamos mt felizes. Faço o teste na sua cadelinha... Se deus quiser nao vai ser a parvo!

      Excluir
  9. Meu Filhote de Pitbull; Está com esta doença
    Ele começou a apresentar os sintomas no Sábado (05/04) a noite e no Domingo já começamos o tratamento. O vomito e a diarreia com sangue pararam na Terça (08/04). Porém ele ainda está muito abatido, não consegue ficar em pé nem se mexer. Ouvi dizer muito sobre um suco de quiabo, que é bom pelas opiniões vistas. Hoje vou falar com a veterinária aonde ele esta internado e começar a dar para ele junto com o tratamento. Espero que ele melhore, estamos sofrendo muito aqui em casa sem ele.

    ResponderExcluir
  10. Comprei alguns filhotes que estavam com.este.vírus e agora todo cãozinho que coloco na.minha casa está morrendo oque faço para acabar com este vírus me ajudem por favor pois tenho criação de cachorros e já perdi 10 filhotes oque eu faço já fiz tudo que me falaram mas nada funciona

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deborah, a veterinaria q cuida da minha cadela q esta com esse virius, me falou q eh um virus mt forte.. Que fica na sua casa ate uns 6 meses.. Entao a casa tem q ser mt limpa tds os dias! Acho q o melhor e vc nao pegar mais nenhum animal durante esse tempo! =/

      Excluir
  11. galera vejo que o erro de muita gente é não ter vacinado seu filhote já com 45 dias de vida ,,

    pois essa doença e tão terrivel que acontece de um dia pro outro , hoje o cachorro pode aparentemente estar bem , e amanhã ja´pode estar bastante debilitado , por esse motivo pega muita gente de surpresa , e tem gente que ama seu animal mais que tudo ,mas com aconteçe muito rapido ,não tem condições financeiras de internar o animal já nos primeiros sintomas,..

    não adianta tentar cuidar do animal em casa , o melhor e internar no primeiro instante ,, ou melhor vacinar seu animalzinho mas brevemente possivel ,para que vc não corra o risco de passar por essa experiencia horrivel !!!

    ResponderExcluir
  12. Bem, minha cadelinha de 8 meses começou com os sintomas no sábado dia 14/06. A levamos ao vet, foi medicada, passei a dar o suco de quiabo também, mas ela ainda hoje, está muito mal, mal consegue andar, ela está extremamente magra, ela come mais vomita, a diarreia não está tão escura está com um tom marrom, tivemos que trocar as injeções por gotinhas. Ela está muito abatida, minha mãe está sem esperanças, não quer me ajudar mais a cuidar do bebe. Ela não quer mais aceitar os remédios que eu dou pela siringa, não sei mais o que fazer.

    ResponderExcluir
  13. bom dia!!!! peguei uma cadelinha de outra pessoa ela tem 50 dias e nao foi vacinada.terça feira ela ficou triste nao comia,nem bebia nada levei no veterinario e ela tava com febre as fezes ta mole mais nao como diarreia enao tem sangue,o veterinario passou antibiotico e ontem ela começou a comer sozinha e hoje ela ta triste de novo sera que é esse virus???????oq faço

    ResponderExcluir
  14. Minha Pitbull filhote com 28 dias foi diagnosticada com essa doença, estava com uma diarreia q não parava, hj 28/07/14 acordou muito quieta, só acordava pra fazer coco e dormia d novo. O veterinário passou injeção (antibiótico) e Glicopan pra ela. Espero q ela melhore. Pois a recebemos no dia 25/07/14 com muito amor.

    ResponderExcluir

LICENÇA DE USO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.